domingo, 22 de janeiro de 2012

Revirando o baú da história política recente do nosso Município, me deparo com alguns fatos que devem e merecem ser lembrados, ainda que nos traga recordações de momentos que não concordamos, ou ainda que não gostaríamos que tivesse a história sido escrita daquela forma.

Voltando no tempo, lá pelos idos de 2002, 2003 e 2004, lembramos da luta da oposição para desestabilizar o governo do então Prefeito João Pedro Filho, o trio famoso que entrava pelo menos ali naquele espaço de tempo para história do município, como a maior e mais eficiente oposição que um Prefeito de Guamaré já havia enfrentado, capitaneados pelo determinado Vereador Carlos Câmara, e seguido pelos não menos corajosos e destemidos Vereadores Claudionor Vieira de Melo e Hélio Williame.

Parecia até filme de faroeste dividido em vários episódios (as sextas-feiras nas sessões ordinárias da Câmara Municipal), a tropa dos mocinhos entrava em cena e detonavam geral o governo da época. Em bom português e passando aos resultados práticos dos trabalhos deste valoroso trio e seu engenhoso grupo, tivemos o grupo de João Pedro destronado com a derrota do então candidato e prefeito em exercício Francisco de Assis, e conseqüentemente, a ascensão do grupo de oposição liderado pelo Prefeito eleito José Câmara, que aí trouxe visibilidade aos novos políticos do momento, como por exemplo: o atual Prefeito Auricélio Teixeira, Hélio Willame, e outros, que acabou culminando com todo arcabouço de problemas e complicações que foi a administração de José Câmara.

Em resumo, é necessário relembrar desses momentos, para a que história faça justiça aos que lutaram pelos ideais e foram reconhecidos e notabilizados pelas suas qualidades, pelos seus discursos, pela sua coragem de denunciar, por sua vontade de ver e fazer acontecer, e não se curvaram a cultura hoje irraigada em nossa terra, do cala boca que eu te ajudo.

Hoje vejo várias vezes nas ruas, nas calçadas, dizerem que na atual legislatura precisava de pelo menos um Carlos Câmara para fazer a oposição voltar a brilhar e a ter voz, não à voz que sobe nos largos muros e atende aos interesses do Poder, mais aquela voz que caminha com os pés no chão ouve o povo e fala o que povo precisa.

Carlos Câmara é sem sombra de dúvida um dos melhores quadros que o grupo de José Câmara dispõe, por que representa e dá identidade ao PSDB e ao próprio José Câmara, e atende, sobretudo aos anseios e expectativa do Município.

Esses mesmos que recentemente elogiavam tanto o Vereador Carlos Câmara, e que com a mudança dos ventos na política local, agora criticam a pseudo indicação do PSDB para que Carlos Câmara ocupe a vaga de candidato a vice prefeito na chapa do PMN/PSC, se esquecem rápido ou não conhecem a sua própria história.

É a incoerência dos incoerentes.

Um comentário:

  1. a politica de guamare, este mesmo problema joao pedro enfrentou quando resolveu ir contra os enteresses de quem é apenas um pau mandado de outros( neste caso de pessoas querendo desfazer a uniao de Dede, mozaniel e joao pedro) quando candidatou o Mozaniel para prefeito, mais o destino resolve tudo, na epoca com muitas criticas, o grupo de joao pedro se uniu e foi as ruas para vencer as eleiçoes de 2008. rumo a 2012 cristina

    ResponderExcluir