quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Ministro Gastão Vieira
A Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016 são os objetivos de um curso de Turismo e Cooperação Internacional para o Desenvolvimento a ser ministrado pela Organização Mundial de Turismo (OMT) no Brasil e que o ministro do Turismo, Gastão Vieira, vai negociar, na próxima semana, em Madri, com o secretário-geral da OMT, Taleb Rifai.

De acordo com o Ministério do Turismo, a iniciativa servirá para aumentar o voluntariado brasileiro da OMT, que se encarregará de preparar multiplicadores aptos a recrutar, formar e selecionar voluntários locais para atuar nos dois eventos esportivos.

O curso, que terá enfoque especial na organização e gestão de impactos de megaeventos esportivos, será dirigido a jovens maiores de 20 anos de idade que queiram participar de projetos de cooperação internacional ligados ao turismo.

Segundo o ministro Gastão Vieira, além de projetar-se internacionalmente no mercado competitivo do turismo, de revitalizar a economia, gerar incentivos para investimento e impulsionar a geração de empregos, o Brasil vai avançar expressivamente em desenvolvimento social com a Copa do Mundo de 2014.

Segundo a OMT, o turismo nas Américas cresceu 6% no primeiro semestre de 2011, índice acima da média mundial. No mesmo período, o Brasil avançou 5%, com grande peso do desenvolvimento verificado nas 12 cidades-sede da Copa (Brasília, Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Porto Alegre, Curitiba, Cuiabá, Salvador, Recife, Natal, Fortaleza e Manaus), impulsionado pelo turismo doméstico.

Elas representam para o turismo mais de 70% da movimentação financeira gerada pelo setor no país, segundo o Departamento de Estudos e Pesquisas (Depes) do Ministério do Turismo. Além disso, somam mais de 60 milhões de habitante (32% da população brasileira), são responsáveis por quase 43% do Produto Interno Bruto (PIB) nacional e dez entre elas estão entre as mais populosas do país, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Fonte: Agência Brasil

0 comentários