quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012


Na bica de tornar-se ex-ministro, Mário Negromonte informou a aliados do seu partido, o PP, que deixará a pasta das Cidades. Comunicação desnecessária. Todo mundo já sabe.

Empurrado pelo Planalto e pelas circunstâncias, Negromonte disse que entregará sua carta de demissão a Dilma Rousseff hoje, dia em que a presidente retorna da viagem a Cuba e ao Haiti.

Deixa a Esplanada, segundo afirmou, porque lhe faltam as condições “políticas e pessoais” para manter-se na poltrona. Vilson Covatti (PP-RS), um dos interlocutores do quase-ex-ministro, informa: “Ele está determinado e disposto a fazer isso amanhã.”

Se Dilma digerir a sugestão da bancada de deputados do PP, o substituto de Negromonte deve ser o deputado Aguinaldo Ribeiro (PB), atual líder da legenda na Câmara.


0 comentários