quinta-feira, 8 de março de 2012


O BNDES aprovou financiamento de R$ 389 milhões para a instalação de cinco parques eólicos no Nordeste – quatro no Rio Grande do Norte e um na Bahia. Juntos, eles terão capacidade instalada de 138 MW.

Os empreendimentos são controlados pela Neoenergia (associação da Previ, Banco do Brasil e Iberdrola) e pela espanhola Iberdrola Renováveis do Brasil. O valor do empréstimo do banco estatal cobre também o investimento necessário para os sistemas de transmissão de energia dos parques eólicos.

Os projetos foram vencedores do Leilão de Fontes Alternativas de 2010 da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) e integram o PAC (Programa de Aceleração do Crescimento). O BNDES financiará 67,8% dos empreendimentos, cujo investimento total previsto é de R$ 573,6 milhões. A estimativa é que as obras gerem 1,8 mil empregos diretos e indiretos.

Segundo o banco, os investimentos no setor de energia eólica no país somaram R$ 5,1 bilhões em 2011. Desse total, R$ 3,4 bilhões foram financiados pelo BNDES. Os 38 novos projetos de parques eólicos lançados no ano passado vão assegurar uma expansão de 1.160 MW na oferta de energia à matriz energética brasileira, cifra que corresponde a cerca de 10% da capacidade total da hidrelétrica de Belo Monte.

0 comentários