quarta-feira, 18 de abril de 2012

Após o anúncio da redução de taxas de juros feito hoje (18) pelo Bradesco e pelo Itaú, o Banco do Brasil (BB) divulgou nota para informar que liberou R$ 1,1 bilhão em crédito, nos últimos quatro dias. O BB informou, no último dia 12, a redução de juros, logo após a Caixa, que também cortou taxas.

De acordo com o BB, as linhas de crédito pessoal registraram, desde o dia 12, média diária de desembolso de R$ 278 milhões, volume 45% superior à média verificada em março.

Segundo a instituição, o crédito para aquisição de veículos apresenta crescimento de 93%, com média diária de desembolso de R$ 21,3 milhões. “O aumento na procura pelo financiamento de veículos resultou também no recorde de atendimentos da Mesa de Operações da Central de Veículos do BB, que registrou 26 mil atendimentos na última terça-feira, 17”, diz o banco.

A linha BB Crediário (crédito ao consumo) apresentou evolução no desembolso de 112%, em comparação com março, com média diária de R$ 1,2 milhão.

Os beneficiários e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) ampliaram em 65% a contratação de crédito. O desembolso diário após o anúncio das novas taxas chegou a R$ 12,5 milhões, contra a média de R$ 7,8 milhões verificada em março.

A instituição conta agora com cinco novos pacotes de serviço que registraram 50,4 mil adesões nos quatro primeiros dias de contração. Os clientes que aderirem a esses pacotes contam com taxa de 3% no rotativo do cartão de crédito, além de vantagens no cheque especial, como 10 dias sem juros e parcelamento em até 24 meses do saldo devedor, também com taxa de 3%.

0 comentários