sexta-feira, 4 de maio de 2012



O Banco do Brasil anunciou nesta sexta-feira novas reduções de juros em linhas de crédito para pessoas físicas, com destaque para cheque especial e crédito pessoal. A taxa do cheque especial para clientes que tenham conta salário no banco e aderiram ao programa Bompratodos caiu da máxima de 8,31% para a taxa única de 3,94% ao mês.

Dentro do mesmo programa, a linha de crédito pessoal automática caiu da máxima de 5,79% para o teto de 3,94%. Tanto o Banco do Brasil como a Caixa são vistos pelo governo como fundamentais para aumentar a competição no setor bancário e forçar o setor privado a baixar as suas taxas.

O banco foi o primeiro a anunciar, ainda no dia 4 de abril, corte nos juros ao consumidor e pacote de incentivos para migração de clientes de outros bancos. Todos os principais bancos do país cortaram taxas depois. No primeiro mês após a redução nos juros, o BB contabiliza um aumento de 50% na média diária de concessões de empréstimos em relação ao mês anterior.

As concessões para financiamento de veículos saltou de R$ 11,2 milhões diários para R$ 28,7 milhões diários após a redução dos juros –aumento de 156,3%. Na linha de crediário, os desembolsos passaram de R$ 400 mil para R$ 1,3 milhão diário –alta de 238,5% na comparação de março com abril.

0 comentários