quarta-feira, 30 de maio de 2012


O Banco Central (BC) anuncia, nesta quarta-feira, 30, à noite, a primeira decisão sobre o rumo do juro básico da economia, a Selic. A expectativa é de decisão unânime de corte da Selic em 0,5 ponto, para 8,5% ao ano. Confirmada a aposta, o juro cairia para o menor patamar da história e, ao mesmo tempo, passaria a valer a nova regra da caderneta de poupança que prevê remuneração equivalente a 70% da Selic acrescida da Taxa Referencial (TR).

Analistas dão como certa a continuidade do corte de juro iniciado em agosto de 2011. Para o mercado, o BC deve manter a estratégia de baratear o crédito porque a atividade segue abaixo do potencial e não há grandes ameaças no radar da inflação. Ou seja, há espaço para incentivar a economia sem preocupação com os preços.

Dessa maneira, a taxa que está em 9% deve cair para o mais baixo patamar da história, abaixo do mínimo de 8,75% ao ano praticado entre julho de 2009 e abril de 2010. Além da atividade, outro fator que também respalda a redução é o novo funcionamento da poupança. Anunciada no início do mês, a mudança acaba com a rentabilidade fixa da caderneta.

0 comentários