quinta-feira, 3 de maio de 2012


O Jornal Nacional desta quarta-feira, com apresentação hoje da dupla titular William Bonner e Patrícia Poeta, apresentou pelo segundo dia consecutivo reportagem mostrando o caos da saúde pública no Rio Grande do Norte.
A reportagem que por sí só já era mais uma desmoralização para o Governo Rosalba teve um inicio mais que inusitado, emblemático e inesperado. Abriu simplesmente com o anúncio da exoneração do secretário estadual de Saúde, Domício Arruda.
O secretário que na terça-feira, feriado do Dia do Trabalhador, disse que não poderia responder à reportagem do Jornal Nacional alegando a histórica frase “porque hoje é feriado”.
Instigado imediatamente o secretário de Comunicação, Alexandre Mulatinho confirmou a informação, salientando porém que o secretário Domício Arruda tinha pedido exoneração e a governadora aceitado o pedido.
Aí é que surgem alguns questionamentos. Se o secretário Domício Arruda estava “demissionário” porque ele ocupou ontem os dois telejornais da Intertv Cabugi (RN 1 e RN 2) e o Jornal do Dia (TV Ponta Negra) para pedir desculpas e mostrar dificuldades e atitudes para melhorar? E mais: porque o RN TV em sua segunda edição não noticiou o pedido de exoneração do secretário?
Será que a exoneração do secretário Domício Arruda aconteceu entre o intervalo do RN segunda edição e o Jornal Nacional? Mistério …
Um fato que também merece uma análise profunda. Nestes 16 meses de governo Rosalba já se desligaram do primeiro escalão: Paulo de Tarso Fernandes, Manoel Pereira, Tatiana Mendes Cunha, Walter Gassi, Marcelo Toscano, Tiago Cortez, Jáder Torres, Ana Tania Sampaio, Saulo Carvalho, Fábio Holanda, Pedro Alcantara, Ramzi Elali, Francisco Barbosa, Carlos Lira, Kerginaldo Jacob e Eduardo Bulhões. Claro, não se pode esquecer a “demissão” do vice-governador Robinson Faria.
Para terminar o quadro negro, seguem sem comandantes as secretarias de Interior e Justiça, Turismo, Saúde e de quebra o governo ainda não indicou nome a vaga para substituir o conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, Alcimar Torquato.
Para não dizer que a Saúde está sem secretário, quem vai assumir a pasta é a mossoroense Glorinha Burlamarque.
Nestes 16 meses o maior projeto de Rosalba foi anunciar um conselho politico, que pelo jeito não tem ajudado muito. A não ser nos conchavos políticos
Fica a sensação que o Governo jogou Domício as traças, não se viu uma única palavra de apoio ao secretário partindo do governo de ontem para hoje, agora foi esse pedido inusitado de demissão sem o governo comentar nada no release oficial.
Só nos resta aguardar o Jornal Nacional de hoje para saber se teremos mais mudanças no RN.

0 comentários