segunda-feira, 2 de março de 2015


A Receita Federal admite que contribuintes têm tido dificuldades na manhã desta segunda-feira (2) para baixar os programas para preenchimento da declaração do Imposto de Renda 2015, referente aos rendimentos de 2014.
Segundo a Receita Federal, o problema se dá devido a "excesso de downloads". A orientação é que os usuários insistam na tentativa mais tarde. Os programas estão disponíveis no site da Receita desde as 8h desta segunda.
O prazo para entregar as declarações começou nesta segunda e vai até 30 de abril.
Usuários repercutiram nas redes sociais a dificuldade em baixar o programa da Receita Federal utilizado para declarar o imposto de renda ). O programa foi lançado às 8h desta segunda-feira (2).
Às 10h20 a Folha também tentou fazer o download do programa para elaborar a declaração, mas não conseguiu. Uma segunda tentativa, às 10h40 também falhou. Já o download do programa usado para transmitir a declaração elaborada à Receita ocorreu sem problemas.
Inicialmente, o tempo previsto para download variou de 56 minutos a 2 horas. Após dez minutos, no entanto, o download do programa para elaborar a declaração foi cancelado por "erro na rede".
Reprodução/Twitter
Reprodução/Twitter
Reprodução/Twitter
A previsão do órgão é receber 27,5 milhões de declarações. Em 2014, foram 26,88 milhões. Nos últimos anos, esse número tem aumentado cerca de 700 mil a 800 mil contribuintes.
Uma das novidades deste ano é a maior mobilidade. O contribuinte pode salvar os dados on-line em um dispositivo e recuperá-los em outro, como computador, tablet ou smartphone.
A declaração poderá ser preenchida de três formas. Pelo sistema tradicional, por computador, será preciso baixar o programa gerador da declaração (PGD). Para enviá-la, é preciso baixar também o Receitanet.
A outra é por meio de dispositivos móveis (tablets e smartphones), usando o aplicativo m-IRPF. Nessa sistemática, há um campo novo para informações do cônjuge ou companheiro(a). No site da Receita, é preciso entrar
no serviço "Fazer declaração". O acesso a essa forma de declarar é feito por meio do aplicativo APP Pessoa Física, disponível nas lojas de aplicativos Google play (para o sistema operacional Android) ou App Store (para
o sistema operacional iOS).

Editoria de Arte/Folhapress

0 comentários